Comerciante desaparecido tem sigilo telefônico quebrado

O comerciante Cláudio da Silva Figueiredo, de 58 anos, desaparecido desde 21 de outubro teve quebra de sigilo bancário decretada pela justiça de Barra do Piraí nesta segunda-feira (7). O empresário foi visto pela última vez em uma fazenda no distrito de Dorândia, em Barra do Piraí.

Segundo uma irmã de Cláudio, ele teria ido comunicar que faria a retirada de seus bois, que estavam guardados na fazenda e que voltaria com um reboque para o transporte dos animais.

O comerciante, que tem esposa e três filhas, é morador do bairro Jardim Amália, em Volta Redonda, e tem chácara em Arrozal, distrito de Piraí.

A caminhonete Hilux, placa LTJ 2757, de propriedade de Cláudio, foi encontrada queimada no dia 26 de outubro, numa estrada que liga os distritos de Floriano e Rialto, em Barra Mansa.

O delegado titular da 89ª DP Bruno Gilaberte, espera encontrar informações no celular da vítima que possam auxiliá-lo nas investigações.

O delegado disse que trabalha com várias hipóteses para justificar o desaparecimento do comerciante, e não descartou que ele possa ter sido vítima de latrocínio (roubo seguido de morte) ou de vingança.

Informações que possam ajudar a família a encontrar Cláudio podem ser passadas à Polícia Civil de Barra do Piraí, na delegacia onde o caso foi registrado, pelo telefone: (24) 2445-4342.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Next Post

Black Friday será termômetro da economia no Brasil

qua nov 23 , 2016
Uma pesquisa do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) apontou que, neste ano, cerca de 69% dos consumidores pretendem comprar algum produto em promoção na Black Friday Brasil e 28,1% têm a mesma intenção dependendo dos preços e descontos ofertados. Apesar […]

Arquivos

Categorias

Meta