Dona de casa promove evento para ajudar crianças com microcefalia

Mesmo em meio às dificuldades enfrentadas com a filha que tem microcefalia, a dona de casa Júlia Lopes, de Pinheiral, está organizando uma ação social no município. O evento deve acontecer no início de dezembro e tem como objetivo reunir a população e o comércio pinheiralense para arrecadar donativos. Os mesmos serão enviados para mães de crianças com microcefalia que moram no Nordeste. Em entrevista para o jornal Ponto, Júlia ressaltou que precisa de apoio para a realização do evento.

‘A ideia surgiu no dia que uma mãe do grupo contou que não tinha nada para dar de comer ao filho e isso mexeu muito comigo, pois eu tinha comida em casa, tinha o que oferecer para minha filha. Acho muito injusto a gente ter as coisas, poder ajudar o próximo e não fazer. Porque nós estamos nesse mundo para ajudar os outros. A gente sempre pode fazer alguma coisa pelas pessoas e eu tenho certeza que vou conseguir muitas doações para eles. Mas preciso de parceiros para promover o evento’. Evidenciou a dona de casa.

A intenção de Júlia até o momento é preparar um grande café da tarde com música ao vivo e que os convidados levem doações como fraldas, leite, lenço umedecido, pomada, alimentos e até mesmo brinquedos. Além disso, a ação social também vai contar com a contribuição da Apadefi (Associação de Pais e Amigos Deficientes Físicos de Volta Redonda).

ONG Devido à necessidade de Yasmin, Júlia está elaborando um projeto para em breve criar uma ONG (Organização Não Governamental), em Pinheiral. Será a primeira do município. “Queria um espaço para cuidar de crianças especiais, não necessariamente com microcefalia. Com fonoaudióloga, fisioterapeuta, neurologista, pediatra, além de piscina, atendimento psicológico para os pais, oficinas de artesanato para ensinar algo para as mães para usarem como fonte de renda. Uma estrutura, bons profissionais e pode atender também outras cidades da região”, concluiu.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Next Post

Vandalismo em Parque Fluvial gera prejuízo estimado em R$ 15 mil

qui nov 24 , 2016
Parque Fluvial: espaço de lazer convive com atos de vandalismo

Arquivos

Categorias

Meta