Loja de importados em Volta Redonda e Barra Mansa decide fechar as portas após ataques de vandalismo e agressões

A Elgui Store, loja de eletrônicos e perfumaria com filiais em Volta Redonda e Barra Mansa, divulgou nesta terça-feira, dia 22, uma nota comunicando sobre o fechamento de suas lojas físicas por “tempo indeterminado”. De acordo com a empresa, todo o atendimento aos clientes está sendo feito de forma online. Segundo o comunicado, o fechamento ocorreu devido a ataques de vandalismo e agressões contra os colaboradores.

A Elgui Store, loja de eletrônicos e perfumaria com filiais em Volta Redonda e Barra Mansa, divulgou nesta terça-feira, dia 22, uma nota comunicando sobre o fechamento de suas lojas físicas por “tempo indeterminado”. De acordo com a empresa, todo o atendimento aos clientes está sendo feito de forma online. Segundo o comunicado, o fechamento ocorreu devido a ataques de vandalismo e agressões contra os colaboradores. 

Vale ressaltar que, conforme noticiou o jornal PONTO em março deste ano, a loja vinha recebendo inúmeras reclamações de consumidores devido ao atraso nas entregas de produtos importados. A Elgui Store conta com mais de 37 mil seguidores em seu Instagram e ganhou, nos últimos meses, milhares de clientes por conta do bom preço em itens caros e bastante desejados, como smartphones, videogames, smartwatches, entre outros. No entanto, o não cumprimento do prazo de entrega estipulado pela empresa tem frustrado parte deste público, que lota as redes sociais e sites de reclamações com denúncias e críticas ao estabelecimento. Manifestações na porta da loja de Volta Redonda, no bairro São João, também foram registradas. 

De acordo com o Procon de Volta Redonda, em situações como esta, o consumidor está amparado pelo artigo 35 do Código de Defesa do Consumidor, que apresenta algumas escolhas em seu favor, como: exigir o cumprimento forçado da obrigação, nos termos da oferta, apresentação ou publicidade; aceitar outro produto equivalente; ou, ainda, exigir a restituição da quantia paga, inclusive, com correção monetária e perdas e danos, se for o caso. Essas opções também são válidas caso o produto seja entregue incompleto ou diferente do anunciado.

Na época da matéria, o jornal Ponto tentou em contato com a Elgui Store, que se limitou a dizer: “Não é comum acontecer de atrasar como ocorreu, mas realmente houve um imprevisto com esse atraso, nós também não esperávamos que atrasaria. Os aparelhos estão chegando aos poucos e chegando iremos fazer a triagem e entrar em contato com todos para combinar as entregas. Pedimos perdão e a compreensão”.

Leia na íntegra a nota divulgada pela Elgui Store sobre o fechamento:

“COMUNICADO OFICIAL

A Elgui Store vem por meio deste comunicar aos seus clientes que as lojas de Barra Mansa e Volta Redonda estarão fechadas por tempo indeterminado. Todo o atendimento aos clientes está sendo realizado online. Justificamos que o fechamento da loja ocorreu devido ataques de vandalismo e agressões contra os nossos colaboradores. Conforme informamos anteriormente a empresa está com dificuldades na entrega de aparelhos celulares e com atraso nos prazos dos lotes estabelecidos para os clientes. Os atrasos ocorreram devido à dificuldade de importação dos produtos e também devido à falta de fornecimento dos aparelhos na quantidade necessária. Desde o início a Elgui Store sempre manteve seus clientes informados e reforçou a todo momento seu compromisso e determinação em sanar todos os problemas de atrasos. 

Reforçamos que nossos canais de atendimento online estão de plantão para resolver e prestar todas as informações necessárias aos nossos clientes (…)”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Next Post

Comerciante morre após ser baleado no bairro Siderlândia

ter jun 22 , 2021
O comerciante Elois Roberto Cordeiro, conhecido como Lula, de 47 anos, dono da padaria do cordeiro, localizada na rua B no bairro Siderlandia em Barra Mansa, foi baleado com um tiro no rosto no início da manhã de hoje

Arquivos

Categorias

Meta