Vereador cobra retomada dos exames de mamografia e fim da fila de espera

O vereador Betinho Albertassi (PSD) apresentou um requerimento pedindo informações sobre a fila de espera dos exames de mamografia em Volta Redonda. Estima-se que o município tenha uma demanda de 17 mil mamografias por ano – para mulheres acima de 50 anos; em torno de 1,4 mil exames por mês. Identificar o câncer na fase inicial aumenta as chances de cura.

Dos três mamógrafos do município, segundo a Secretaria de Saúde, dois estavam com defeito e o terceiro, este digital, está em manutenção. Isso afetou a fila de espera para realização do exame, que já possuía uma demanda reprimida.

“As mulheres diagnosticadas com câncer de mama e que realizavam a mamografia periodicamente, a redução da mortalidade por esta doença foi de 60% em 10 anos após o diagnóstico, se comparada àquelas que não realizaram o exame regularmente”, destaca. Por isso, na opinião do parlamentar, é importante a realização de um mutirão. “A mamografia é a melhor forma de descobrir o câncer de mama antes que seja detectável pelo exame clínico. Precisamos de uma ação para cuidar da saúde das mulheres de nossa cidade", diz.

Além dos aparelhos em manutenção, a tecnologia dos mamógrafos do município são defasados, o que atrapalha no diagnóstico preciso. “Vamos buscar recursos, via emenda parlamentar, para que mamógrafos digitais sejam adquiridos”, frisa. Além disto, o Governo do Estado suspendeu as carretas de mamografia que circulavam pelos municípios, dificultando ainda mais o acesso das mulheres aos serviços de mamografia.Vereador cobra retomada dos exames de mamografia e fim da fila de espera

O vereador Betinho Albertassi (PSD) apresentou um requerimento pedindo informações sobre a fila de espera dos exames de mamografia em Volta Redonda. Estima-se que o município tenha uma demanda de 17 mil mamografias por ano – para mulheres acima de 50 anos; em torno de 1,4 mil exames por mês. Identificar o câncer na fase inicial aumenta as chances de cura.

Dos três mamógrafos do município, segundo a Secretaria de Saúde, dois estavam com defeito e o terceiro, este digital, está em manutenção. Isso afetou a fila de espera para realização do exame, que já possuía uma demanda reprimida.

“As mulheres diagnosticadas com câncer de mama e que realizavam a mamografia periodicamente, a redução da mortalidade por esta doença foi de 60% em 10 anos após o diagnóstico, se comparada àquelas que não realizaram o exame regularmente”, destaca. Por isso, na opinião do parlamentar, é importante a realização de um mutirão. “A mamografia é a melhor forma de descobrir o câncer de mama antes que seja detectável pelo exame clínico. Precisamos de uma ação para cuidar da saúde das mulheres de nossa cidade", diz.

Além dos aparelhos em manutenção, a tecnologia dos mamógrafos do município são defasados, o que atrapalha no diagnóstico preciso. “Vamos buscar recursos, via emenda parlamentar, para que mamógrafos digitais sejam adquiridos”, frisa. Além disto, o Governo do Estado suspendeu as carretas de mamografia que circulavam pelos municípios, dificultando ainda mais o acesso das mulheres aos serviços de mamografia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Next Post

Acusado de estuprar a própria filha é preso em Barra do Piraí

ter jul 20 , 2021
Policiais civis da 88ª DP (Barra do Piraí) prenderam um homem acusado de estuprar a própria filha durante um ano. A ação foi desencadeada no âmbito da Operação Acalento, desencadeada em todo país pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública. O criminoso foi capturado no Centro de Barra do Piraí, […]

Arquivos

Categorias

Meta