Cidades do interior do Rio têm aumento na procura para o feriadão

Pesquisa realizada pela Associação de Hotéis do Rio de Janeiro (ABIH-RJ) e o Sindicato dos Meios de Hospedagem do Rio de Janeiro (HotéisRio) mostra média de 78% de quartos reservados para o feriadão de Nossa Senhora Aparecida. O número representa um aumento de 21,53% em relação a 2020.

O secretário de Estado de Turismo, Gustavo Tutuca, ressaltou que o estudo fortalece o trabalho que vem sendo desenvolvido pela Secretaria, cujo objetivo é o aumento de fluxo de turistas para o estado.

– A cada pesquisa apresentada fica mais evidente que o Rio de Janeiro está sendo um dos destinos nacionais mais procurados pelos viajantes. Temos municípios batendo percentuais extremamente altos, como Teresópolis, na região turística Serra Verde Imperial, e Arraial do Cabo (foto acima), na Costa do Sol, que marcaram, 94% e 92%, respectivamente.

Na Serra Verde Imperial, além de Teresópolis, o município de Petrópolis registra, até o momento, 90% de ocupação, e Nova Friburgo, 78%. Nas Agulhas Negras, Itatiaia/Penedo se destacam com 80%. Já no Vale do Café, região procurada pelos amantes do turismo rural e histórico, Valença/Conservatória registra 78%; Vassouras, 75%; e Miguel Pereira, 65%.

A busca pelo litoral também foi grande. Angra dos Reis tem 85% e Paraty, 81%, dos quartos reservados. As cidades, que estão localizadas na Costa Verde, recebem turistas que se encantam com os passeios de barco e a enorme quantidade de praias. Na Costa do Sol, Macaé, com um percentual de 85%, se destaca, seguida por Armação dos Búzios (75%), Cabo Frio (70%) e Rio das Ostras (45%).

Aumento na capital

A capital do estado registrava, na última sexta-feira, 86,70 % dos quartos reservados. Em 2020 a taxa média para esse feriado foi de 51,30%, o que configura um aumento de 69% em 2021. Entre as regiões mais procuradas pelos turistas, destacam-se: Ipanema/Leblon (94%), Flamengo/Botafogo (89%), Leme/Copacabana (87%), Barra da Tijuca/São Conrado (86%) e Centro (80%).

Os visitantes da cidade do Rio de Janeiro têm origem, em sua grande maioria, no próprio Brasil: 96%. Em primeiro lugar estão os visitantes de São Paulo, depois Minas Gerais, em terceiro oriundos do interior do estado e, em quarto, do Espírito Santo. Quanto ao perfil, o ranking é: casais, famílias, visitantes individuais e grupos. Em relação à faixa etária, a maioria está entre 41 e 50 anos de idade. Os 4% de hóspedes estrangeiros vêm dos Estados Unidos, seguidos da Argentina, Colômbia e Chile.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Next Post

Resende recebe novo lote com 1.908 doses de vacinas contra a Covid-19

dom out 10 , 2021
Mais 1.908 doses de vacinas contra a Covid-19 chegaram para o município de Resende, neste sábado, dia 9 de outubro. A Prefeitura de Resende, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, recebeu o novo lote contendo 1.908 doses da Pfizer/BioNTech, que serão destinadas à aplicação da segunda dose. As vacinas […]

Arquivos

Categorias

Meta