Unidades de Saúde de Volta Redonda oferecem tratamento para tabagismo

A Secretaria de Saúde de Volta Redonda oferece tratamento gratuito para pessoas que querem parar de fumar em todas as 46 Unidades de Saúde, por meio do Programa Nacional de Tabagismo (PNCT) do SUS (Sistema Único de Saúde). O consumo do tabaco e a exposição à sua fumaça são fatores de riscos para doenças respiratórias, cardiovasculares e o câncer que podem levar à morte.

O uso do tabaco pode causar dependência física causada pela nicotina, dependência comportamental que se relaciona aos hábitos diários associados ao cigarro como, por exemplo, tomar café e fumar e dependência psicológica, onde a pessoa associa suas emoções ao cigarro. No Brasil, o tabagismo mata 162 mil pessoas por ano, segundo dados do INCA (Instituto Nacional do Câncer).

A médica de saúde da família, da secretaria municipal de Saúde, Silvia Mello dos Santos, destacou que o tabagismo é uma doença crônica e um fator de risco para outras enfermidades. Os pacientes que querem parar de fumar devem procurar atendimento em uma Unidade de Saúde mais próxima de casa, das 08h às 16h. É necessário apresentar CPF ou cartão do SUS e o comprovante de residência.

“O importante é buscar ajuda e as equipes de saúde da família estão de portas abertas para este acolhimento. O tratamento consiste em uma abordagem cognitiva comportamental, abordando os tipos de dependência e fornecendo medicações para ajudar nos sintomas de abstinência.”, comentou a médica.

Capacitação no Programa Nacional de Tabagismo

A secretaria de Saúde de Volta Redonda promoveu nos dias 21 e 28 de outubro uma capacitação para profissionais de saúde (médicos e enfermeiros) em acolhimento a quem quer parar de fumar. Mais de 20 profissionais participaram da atividade com o objetivo de criar equipes multidisciplinares em apoio aos grupos de tabagistas em tratamento.

Até o final do ano, a secretaria de Saúde pretende capacitar todos os profissionais da Atenção Primária para que seja possível a adesão dos grupos multidisciplinares em toda rede.

Os pacientes em tratamento contra o tabagismo participam de atividades que incluem rodas de conversa palestras, dinâmicas, atividades físicas e terapia. A médica citou que por causa da redução significativa dos casos da Covid-19 e com medidas de distanciamento e cuidado permanente, já é possível o retorno aos poucos dos grupos para suas atividades presenciais. Anteriormente, os grupos foram substituídos pelo tratamento individual.

Essa última capacitação foi direcionada aos profissionais de saúde que atuam nas unidades dos bairros: 249, Açude I, Belo Horizonte, Conforto, Coqueiros, Eucaliptal, Retiro I, Roma II, Santa Cruz, Santa Rita do Zarur, Santo Agostinho, São Carlos, São Geraldo, São João, Siderlândia, Três Poços, Vale Verde, Vila Brasília, Vila Mury, Vila Rica/Tiradentes e Volta Grande.

Nathália Azevedo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Next Post

Identificada jovem morta em acidente em Passa Três

seg nov 8 , 2021
Na madrugada deste domingo, 7, um acidente automobilístico ocorrido na RJ-145 em Passa Três, distrito de Rio Claro, vitimou a jovem Paula Marques Portugal, de 21 anos. Ela dirigia um carro que capotou no km 3 da via que liga Rio Claro ao município de Piraí. Ela chegou a ser […]

Arquivos

Categorias

Meta