Volta Redonda registra aumento no atendimento de casos suspeitos de gripe

A Prefeitura de Volta Redonda, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), informou que – assim como ocorre na capital e em outras cidades da região – está preocupada com o número de atendimentos de casos suspeitos de contaminação pelo vírus Influenza, causador da gripe. O aumento vem sendo registrado nas últimas semanas, tanto nas Unidades Básicas de Saúde (UBS e UBSF) quanto na rede de emergência e urgência do município.

A partir da indicação dos profissionais de saúde, os pacientes com sintomas gripais são testados para Covid-19, por meio de exames de RT-PCR ou antígeno. Caso seja descartado o diagnóstico do novo coronavírus, o paciente recebe outras orientações para o tratamento da Influenza. A secretaria afirma, no entanto, que os casos de Influenza superam os de Covid-19, no momento. Detalhe: não há aumento das internações por conta disso, pois os casos de gripe que tem chegado à rede são de moradores com sintomas leves.

Para ajudar no aumento da demanda por atendimento, o município vai abrir neste fim de semana, dias 11 e 12 de dezembro, as unidades básicas de saúde dos bairros: São Geraldo, Vila Mury, Volta Grande, 249 e Siderlândia, das 7h às 19h, visando especialmente a pacientes com síndrome gripal.

Vacinação
A prefeitura esclarece que está com poucas doses da vacina contra a gripe em estoque. Por isso, a imunização está sendo priorizada para gestantes, puérperas, imunossuprimidos e crianças – que precisam fazer a segunda dose.
As doses estão sendo concentradas na UBSF Vila Mury, que funciona com horário estendido para vacinação das 08h às 21h. Para receber a vacina é necessário apresentar um documento de identidade e a caderneta de vacinação. O Ministério da Saúde suspendeu o intervalo mínimo de 14 dias entre as vacinas contra a gripe e Covid-19.
A Prefeitura já solicitou ao governo do estado do Rio de Janeiro novas remessas de vacinas para reposição dos estoques, porém ainda não há previsão de entrega.

Reforço nos atendimentos
De acordo com o coordenador da Vigilância em Saúde de Volta Redonda, médico sanitarista Carlos Vasconcellos, o atendimento na rede de emergência também será reforçado nos próximos dias.

“Também foram autorizadas, pela equipe da Secretaria Municipal de Saúde, reforços na equipe de profissionais médicos e de enfermagem dos serviços da rede de emergência e urgência, para garantir maior agilidade no atendimento da demanda de pacientes de síndrome gripal. O Hospital Municipal Dr. Nelson Gonçalves registrou 219 atendimentos de síndrome gripal em um único dia. A média anterior era de 10 casos por dia, por conta disso, vamos intensificar as equipes”, comentou o médico.

A secretaria orienta que pacientes com sintomas gripais procurem a unidade básica de saúde mais próxima de sua casa, de preferência uma das 16 unidades que fazem atualmente os testes específicos para identificar e separar pacientes com Covid-19. São elas: Eucaliptal, São Lucas, Belmonte, Água Limpa II, Roma II, Siderópolis, Retiro I, Açude I, Vila Brasília, Vila Rica/Três Poços, das 08h às 16h.

As unidades dos bairros: 249, Vila Mury, Volta Grande e São João funcionam com horário estendido para atendimento até as 21h. Já as unidades: Siderlândia, Vila Rica/Tiradentes, Santa Cruz e Santo Agostinho até as 18 horas.

A rede de urgência e emergência que são: o Serviço de Pronto Atendimento do Conforto – Cais Conforto, Hospital Municipal Dr. Munir Rafful (hospital do Retiro), Hospital Municipal Dr. Nelson Gonçalves (antigo Cais Aterrado) e UPA Santo Agostinho também estão aptas ao atendimento de pacientes com síndrome gripal.

Sintomas
O Ministério da Saúde define como casos de síndrome gripal: febre alta, seguida de dor muscular, dor de garganta, dor de cabeça, coriza e tosse seca. A febre é o sintoma mais importante e dura em torno de três dias. Os sintomas respiratórios como a tosse e outros, tornam-se mais evidentes com a progressão da doença e mantêm-se em geral de três a cinco dias após o desaparecimento da febre.

Nathália Azevedo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Next Post

Adolescente com mais de 10 passagens na polícia morre em confronto com a PM

sex dez 10 , 2021
O caldeirão sem fundo ferveu no final da noite de ontem, nas quebradas da Rua Luis Isaque Mercedes, local conhecido como ‘’Grota do Chuchu’’, uma zona conflagrada no bairro Roselêndia, em Barra Mansa. Os agentes das guarnições Gat ll e Patamo, foram para o local a fim de averiguar denúncia […]

Arquivos

Categorias

Meta