Volta Redonda lança campanha para uso correto de brinquedos adaptados em Zoo

Poder Público vem recebendo reclamações sobre o uso incorreto desses equipamentos

A prefeitura de Volta Redonda, através da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência (SMPD), iniciou nesta semana, uma campanha de conscientização para uso correto dos brinquedos adaptados no Zoológico Municipal (Zoo-VR). O objetivo é que as crianças com deficiência brinquem junto com as outras, e que todas sejam orientadas a utilizar os equipamentos de forma correta.

O parquinho das crianças conta com dois brinquedos, um balanço e uma gangorra, adaptados para cadeirantes, que vem sendo usado de forma inadequada, o que causa danos aos equipamentos e gera manutenção constante. Os equipamentos devem ser utilizados conforme as orientações do fabricante em relação à altura e peso.
De acordo com o secretário da pasta, o pastor Washington Uchôa, a secretaria vem recebendo reclamações sobre o uso incorreto desses brinquedos, o que pode até mesmo causar acidentes.

“O objetivo de conscientizar as pessoas que frequentam o zoológico sobre o mau uso destes brinquedos, que são destinados exclusivamente às pessoas com deficiência. São brinquedos caros e que estão sendo utilizados de forma inadequada. Queremos sensibilizar os pais que levam seus filhos no zoológico que não os deixem utilizar esses brinquedos”, disse o secretário.

O cadeirante Mateus Pires Moreira, morador do bairro Caieiras, ressaltou que os equipamentos são essenciais para promover a acessibilidade das crianças e adolescentes com deficiência.

“Lembro da minha mãe me trazendo aqui e eu ficava apenas olhando. Não tinha como brincar junto com meus amigos. Agora, com a implantação desses brinquedos, as crianças que vêm no zoológico podem se divertir para valer”, disse Mateus.

Acessibilidade

O coordenador do Zoológico Municipal de Volta Redonda, Jadiel Teixeira, ressaltou que o espaço vai ganhar um projeto para melhorar a acessibilidade. As principais demandas foram discutidas com grupos e entidades voltados para pessoas com deficiências. Durante os encontros foram apontadas as prioridades em relação à acessibilidade, e discutidas ações educativas sobre o tema.

“A ideia é comprar outros brinquedos adaptados para serem instalados no parquinho infantil, melhorar o acesso ao fraldário e também a visualização dos animais para os cadeirantes; já que o objetivo é promover inclusão”, comentou Jadiel.

Vagas de estacionamento

Em breve, o Zoológico Municipal vai ganhar duas vagas de estacionamento para pessoas com Transtorno do Especto do Autismo (TEA). O anúncio foi feito pelo secretário municipal da Pessoa com Deficiência (SMPD), nessa segunda-feira, 2.
“Além disso, as vagas para cadeirantes vão ganhar pintura nova para que todos possam ver com mais nitidez que elas são destinadas a essas pessoas”, disse o pastor Washington Uchôa.

O Zoo-VR

O Zoológico Municipal de Volta Redonda fica numa área de mais de 150 mil metros quadrados na Rua 93C, nº 1.171, na Vila Santa Cecília. O horário de funcionamento é das 8h às 16h30, de terça-feira a domingo. Nas segundas-feiras fica fechado para serviços internos e cuidados com os animais. O acesso às segundas-feiras é permitido apenas aos idosos cadastrados que participam do programa “Pesque e Não Pague”.

Fotos de Geraldo Gonçalves – Secom/PMVR

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Morador de Volta Redonda é um dos participantes do 'No Limite'

seg maio 2 , 2022
Adriano Gannam Castilho tem 42 anos e é médico psiquiatra. Nasceu em São Lourenço (MG), foi criado até a adolescência em Angra dos Reis (RJ) e mora em Volta Redonda (RJ) há 11 anos. “Cresci em Angra e em minha infância eu tive muito contato com a natureza, gostava de […]
AllEscort