(Vídeo) Clima de terror em Barra Mansa: tiroteio e ônibus incêndiado na Vila Delgado

Um ônibus da viação Resendense foi incendiado na manhã desta sexta-feira (dia 20), em meio a informações de um suposto tiroteio no bairro Vila Delgado, em Barra Mansa. O veículo está na Avenida Presidente Kennedy.

Segundo informações preliminares, um jovem de 19 anos e morador da Vila Delgado teria sido assassinado e o incêndio ao coletivo teria sido um ato em protesto de moradores por causa da morte do jovem. No momento desta publicação havia diversos pneus queimados pela área e várias ruas interditadas.

Atualização da notícia (às 11h10) – Nota da Polícia Militar

O comando do 28º Batalhão de Polícia Militar emitiu nota sobre confronto ocorrido na manhã desta sexta-feira (dia 20), que resultou na morte de um homem suspeito de pertencer ao tráfico de drogas da Vila Delgado, em Barra
Segundo o comunicado, o 28ºBPM realizou nesta manhã uma operação policial com o objetivo de retirar de circulação armas, drogas e prender marginais da lei. “Durante as ações de vasculhamento, houve confronto entre parte da equipe PM e um marginal da lei efetuou disparos de arma de fogo contra os policiais militares, havendo o pronto revide, vindo o elemento, com grau de parentesco com marginais envolvidos no tráfico local, a óbito”.

Ainda de acordo com a equipe do 28ºBPM, os moradores da região atearam fogo em um ônibus, além de pneus e colchões, causando prejuízo ao transporte público,  obstruindo uma importante via e impedindo a livre circulação das pessoas e prestação de serviços públicos.

Dois suspeitos foram presos e conduzidos para a 90ª DP. Também foram apreendidos na ação um revólver Cal. 38 e drogas a contabilizar. “A situação encontra-se controlada. Foram alocadas viaturas nos principais pontos de acesso da Vila Delgado”, finaliza o comunicado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Após denúncia, mulher é presa por maus-tratos a animais em Volta Redonda

sex maio 20 , 2022
Coordenadoria de Proteção e Bem-Estar Animal e Polícia Civil flagraram caso que ocorreu no bairro Niterói