Flamengo: sai Paulo Sousa, entra Dorival Júnior

O Flamengo encaminha nesta quinta-feira, 9, a demissão do treinador português Paulo Sousa. Apesar dessa informação já estar circulando desde ontem nos principais canais esportivos, a oficialização da demissão do técnico estaria atrelada a contratação de outro treinador, já que o Flamengo não dispõe nem mesmo de um auxiliar técnico que pudesse assumir o comando interinamente – toda equipe técnica do Flamengo pertence ao staf pessoal de Paulo Sousa.

Nas próximas horas o clube carioca deve anunciar a contratação do técnico Dorival Júnior, que assinará até o final do ano. No início desta tarde, o treinador comunicou sua saída do Ceará, clube que assumiu há pouco mais de dois meses e que fazia boa campanha na Sulamericana e também no Campeonato Brasileiro.

Com a contratação, Dorival Júnior será o sétimo treinador da gestão Rodolfo Landim no Flamengo que, curiosamente, não quis continuar com o próprio Dorival após boa campanha no ano anterior, quando levou o rubro-negro ao vice-campeonato brasileiro após substituir Maurício Barbieri, ainda na gestão Antônio Bandeira de Melo. Para o seu lugar, na época, o Fla contratou Abel Braga que, apesar da conquista do Campeonato Carioca, não conseguiu dar um padrão de jogo ao time e acabou pedindo demissão do cargo em junho daquele ano. Para o seu lugar veio o então desconhecido – para o Brasil – treinador português Jorge Jesus, que conquistou vários títulos. Jesus saiu do clube no ano seguinte por questões particulares e foi sucedido por Domenec Torrent, Rogério Ceni, Renato Gaúcho e, por último, Paulo Souza.

Dorival terá uma espinhosa missão de recuperar a equipe que teve o patamar elevado nos últimos anos. Desde 2017 o Flamengo foi campeão e vice da Libertadores (2019 e 2021), vice mundial (2019), duas vezes campeão brasileiro (2019 e 2020), duas vezes vice brasileiro (2018 e 2021), finalista da Copa do Brasil (2018), finalista da Copa Sulamericana (2017), duas vezes campeão da Supercopa do Brasil (2020 e 2021), campeão da Recopa Sulamericana (2020) e tri campeão carioca (2019, 2020 e 2021).

Essa será a terceira passagem de Dorival Júnior pelo Flamengo. Em 2012 ele levou o clube à 11ª posição do Campeonato Brasileiro mas, no ano seguinte, com as reformulações financeiras impostas pela então nova gestão comandada por Eduardo Bandeira de Melo, não aceitou a redução dos seus vencimentos em 50% e saiu do clube. No fim de 2018, após uma série de maus resultados, o clube demitiu o promissor Maurício Barbieri e contratou novamente Dorival que conseguiu recuperar o time, levando ao vice campeonato brasileiro.

A última passagem de Dorival, no entanto, foi marcada por um desentendimento que se tornou público com o goleiro Diego Alves, quando o treinador optou manter César como titular após Diego voltar de lesão. Na época o arqueiro, então recentemente repatriado do futebol espanhol, quase encerrou sua passagem pelo rubro-negro por conta do episódio. Em recente entrevista, Dorival afirmou que o episódio estava superado: “eu respeito muito o Diego, é um dos grandes goleiros do futebol brasileiro. Não tem nada de mais nessa situação”. Afirmou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Prefeitura determina o retorno do uso de máscaras nas escolas de Barra Mansa

qui jun 9 , 2022
Devido ao aumento de pessoas contaminadas com Covid-19 no âmbito do município e cidades circunvizinhas, o prefeito Rodrigo Drable decretou nesta quinta-feira, dia 9 de junho, o retorno do uso obrigatório de máscaras faciais nas escolas públicas e particulares. A medida entrará em vigor na próxima segunda-feira, dia 13.O prefeito […]