Gustavo Tutuca abre gabinete em Volta Redonda, mas não confirma pré candidatura à prefeitura

2/9/2019

 

Em entrevista coletiva realizada na manhã desta segunda-feira, dia 02, o deputado estadual Gustavo Tutuca (MDB) anunciou, oficialmente, a abertura do seu gabinete regional, na torre IV do Shopping 33, em Volta Redonda. Na ocasião, o parlamentar apresentou um balanço de seu terceiro mandato à jornalistas e não confirmou que seja candidato à prefeito da cidade em 2020, conforme especulações, especialmente após ter fixado residência na cidade do aço, no ano retrasado.


“Não tenho como definir candidatura agora. Meu foco é reorganizar o mandato e estar mais próximo da base, Volta Redonda, que é a maior e mais importante cidade do sul do estado. Quero estruturar meu trabalho e intensificar a atuação na região”, afirmou Tutuca. Questionado sobre com quem caminharia dentre os possíveis nomes colocados à disputa, ele afirmou que não teria problemas em caminhar com nenhum dos pré candidatos, mas disse que prefere discutir isso no ano que vem.


MDB - Sobre a atual situação do MDB (Movimento Democrático Brasileiro), que teve um forte desgaste por conta da prisão de importantes lideranças do partido, como Sérgio Cabral, Jorge Picciani e Edson Albertassi, Tutuca foi enfático: “É preciso separar as coisas. Algumas pessoas filiadas ao partido tiveram problemas como tantas outras filiadas a outros partidos. Claro que o MDB, hoje, tem a notoriedade por ter tido os dois últimos governadores do estado do Rio com problemas. O partido precisa passar por uma oxigenação. O MDB tem uma história de bons feitos que não deve ser misturada com o histórico de alguns filiados ao partido”, ressaltou, acrescentando que deixar o partido não está nos planos. “Tenho que cumprir o mandato pela fidelidade partidária. A janela para uma possível mudança de partido seria só a seis meses antes de minha candidatura à reeleição como deputado”. Cabe lembrar que o pai de Gustavo, Arthur Henrique Gonçalves Ferreira, o Tutuca, migrou recentemente para o PSC e pretende disputar a próxima eleição no município de Piraí.


Tutuca também foi questionado a respeito do ex governador, Luiz Fernando Pezão. “Vejo o caso com muita tristeza. Pezão foi um prefeito que transformou a vida da minha cidade (Piraí). Espero que ele possa esclarecer dentro do processo e tenha uma justa defesa”. Ele também comentou que tem conversado com o ex prefeito de Volta Redonda e seu colega de partido, Antônio Francisco Neto, e que este se coloca muito otimista quanto à candidatura. Cabe lembrar que Neto está inelegível após ter cinco contas reprovadas pelo TCE por impropriedades e irregularidades. “Não tenho detalhes sobre o processo dele e se ele irá ou não conseguir reverter a situação. Hoje em dia está cada vez mais difícil concorrer com problemas na Justiça, mas sobre isso prefiro não comentar”, enfatizou.


Para reorganizar o partido, Tutuca pretende contar com as principais lideranças do MDB em Volta Redonda, entre elas, quatro vereadores e a ex vereadora América Tereza. “A partir daí, vamos montar a nominata para o ano que vem”.


Violência - Outro assunto discutido durante a entrevista coletiva foi a questão da violência, especialmente na cidade de Angra dos Reis. “Tenho convicção que o problema da violência é causado pelo desemprego. O enfrentamento é um remédio amargo. É preciso tratar o problema na raiz, que é o desemprego”, disse o deputado que tem utilizado a tribuna da Alerj para tratar do assunto. “Inteligência e atuação de médio e longo prazo na questão do desemprego é o que precisamos”, frisou o parlamentar, informando ainda que considera a postura do governador adequada para o momento.


Com atuação focada na qualificação profissional, Gustavo Tutuca disse que sempre teve como bandeira a geração de emprego. “O país está com uma taxa altíssima de desemprego. São quase 13 milhões de pessoas em busca de uma oportunidade e é preciso uma ação conjunta do governo federal, governo do estado e dos municípios para criar estruturas necessárias. A gente precisa de uma estabilidade econômica em nível nacional, ações estruturantes do Governo do Estado, sendo receptivo ao empreendedor, e também dos municípios, fazendo a sua parte, favorecendo o ambiente de negócios e facilitando a abertura das empresas”. Por ter sido professor na Faetec, o deputado diz ainda acreditar que a qualificação transforma a vida das pessoas.


ICMS – Também na ocasião da entrevista, Tutuca falou sobre a discussão do ICMS e disse estar propondo pela Comissão de Tributação, do qual é membro, uma audiência pública para discutir a redução. “Vamos fazer esse debate. Não podemos propor que se baixe, pois isso mexe com a receita do estado e a gente fica limitado. O que podemos fazer é auxiliar o Governo em projetos que possam baixar o ICMS”, finalizou.  

Share on Facebook
Please reload

Please reload

© 2023 por "Pelo Mundo". Orgulhosamente criado com Wix.com