Grande número de ambulantes nas ruas é tema de reunião em Barra Mansa

31/10/2019

 

 

Em reunião com a Secretaria Municipal de Ordem Pública de Barra Mansa, as entidades comerciais da cidade, como Sicomercio, Aciap e CDL, e com a presença da Guarda Municipal e da Polícia Militar, cobraram a efetividade da fiscalização da prefeitura no que tange ao aumento de forma acelerada no número de ambulantes não legalizados no município. Segundo explicam seus representantes, a preocupação das entidades tem sido maior pelo fato de a maioria dos ambulantes não ser da região, trazendo insegurança tanto ao comércio local quanto aos próprios consumidores. 

 

“São produtos ilegais, sem procedência ou qualquer garantia ao cliente. Percebemos, após o aumento dos ambulantes, um crescimento nos assaltos a lojas e a transeuntes, trazendo a violência, comum aos grandes centros, também para a nossa cidade”, pontuou o presidente da CDL de Barra Mansa, Xisto Vieira Neto.

 

Segundo Bruno Paciello, presidente da Aciap, há informações da participação de falsos ambulantes trabalhando como olheiros, favorecendo assalto a lojas, a exemplo do que já aconteceu em duas grandes redes varejistas que possuem estabelecimentos em Barra Mansa. “Os ambulantes ilegais operando de forma desordenada nas calçadas já muito movimentadas da cidade prejudica o fluxo das pessoas, suja a cidade e favorece pequenos furtos aos pedestres”, acrescentou Hugo Tavares, presidente do Sicomércio.

 

Para o comandante da 2ª. CIA da Polícia Militar, Capitão Videira, o ambulante ilegal já virou problema de segurança pública na cidade. “Algumas pessoas se passam por vendedores ambulantes para darem informações privilegiadas para cometimento de roubos na área, como por exemplo, um caso recente de um vendedor descascador de batata que foi preso por passar informações para que assaltantes agissem nas Lojas Americanas”, lembrou o capitão.


A prefeitura se comprometeu a reforçar a campanha do "Ambulante Legal" em consonância com a legislação vigente que regulariza a atividade. “Ficamos em situação difícil. Sabemos da nossa obrigação em agir, porém também somos criticados pela própria população que se solidariza com eles mas que depois reclama de todos os problemas gerados pela atividade ilegal, ressaltou o comandante da Guarda Municipal, Joel Valcir Pereira.

 

Ao final da reunião, de acordo com o secretário de Ordem Pública, Luiz Furlani, diante do crescente número de ambulantes e dos problemas que têm surgido diante disso, nos comprometemos, junto aos órgãos competentes, a fazer uma ação coordenada de regularização e fiscalização para que permaneçam na rua aqueles ambulantes que estão com sua situação regularizada perante a prefeitura municipal de Barra Mansa.

Share on Facebook
Please reload

Please reload

© 2023 por "Pelo Mundo". Orgulhosamente criado com Wix.com