Número de microempreendedores individuais cresce em Volta Redonda

14/11/2019

 

 

 

A cabeleireira Michelli Sabença, que oferece seus serviços no bairro Retiro, em Volta Redonda, se formalizou como microempreendedora individual há cerca de três anos e conta que foi a melhor escolha profissional. A cabeleireira faz parte dos mais de 14,5 mil microempreendedores individuais da cidade, conforme números do Portal do Empreendedor, do Governo Federal. No país, a marca de nove milhões de microempreendedores foi ultrapassada em setembro.

 

“Implementamos o Regin, que agiliza a formalização, e lançamos o Alvará Fácil, que hoje sai em até 24 horas e queremos reduzir para duas horas. Também estabelecemos parcerias com o Sebrae para incentivar o empreendedorismo. São ações que valorizam quem está regularizado e que movimentam a economia da cidade”, ressaltou o prefeito Samuca Silva.

 

Para a cabeleireira Michelli, atuar como autônoma tem um custo maior e o microempreendedorismo oferece todos os benefícios para o profissional por um custo menor. “Antes, eu trabalhava em casa e só tinha clientes por indicação. Há cerca de um ano e meio consegui também o alvará e abri um salão. O número de clientes aumentou em cerca de 80%”, estimou.

 

São muitos profissionais optando por trabalharem legalizados e o município de Volta Redonda vem apresentando crescimento nesse segmento de microempreendedorismo. De janeiro a 1º de novembro deste ano, a cidade registrou aumento de 16,3% no número de MEIs, reforçando o desenvolvimento econômico que a atual gestão vem estabelecendo.

 

Dentre as ações implementadas pela prefeitura está o Espaço do MEI, que conta atualmente com cerca de 60 profissionais cadastrados. É um canal online oferecido pela Prefeitura de Volta Redonda e que pode ser acessado no site da administração municipal (www.voltaredonda.rj.gov.br). Através do Espaço do MEI, microempreendedores podem cadastrar seus serviços e a população pode encontrar esses profissionais.

 

Os MEIs que se interessarem pela ferramenta podem acessar o site da prefeitura (www.voltaredonda.rj.gov.br) e clicar na opção Espaço do MEI. Na página, basta clicar em “Cadastrar seu serviço” e preencher os dados solicitados (CEP, bairro, nome, e-mail, atividade, inscrição municipal, telefone, CNPJ e uma senha).

 

Quem quiser encontrar um profissional próximo de sua casa, é só acessar o Espaço do MEI e buscar, indicando o bairro e a atividade de interesse, como, por exemplo, artesão, bombeiro hidráulico, cabeleireiro, etc.

 

O Espaço do MEI conta ainda com um campo para quem tem interesse em se regularizar e tirar dúvidas sobre como se tornar um Microempreendedor Individual.

 

Geração de empregos – Além do aumento no número de microempreendedores, Volta Redonda tem se destacado na geração de empregos formais, sendo a cidade que mais gerou empregos no Estado do Rio. Dados do Cadastro Geral de Empregados (Caged) divulgados pelo Ministério da Economia apontam que, de outubro de 2018 a setembro de 2019, o município teve saldo positivo de 4.527 vagas – uma média de 16 empregos abertos por dia.

 

Em 2019, Volta Redonda também foi a que mais gerou empregos. Entre janeiro e setembro, o saldo positivo é de 3.839 vagas. Em setembro, o saldo positivo foi de 325 vagas na cidade.

Share on Facebook
Please reload

Please reload

© 2023 por "Pelo Mundo". Orgulhosamente criado com Wix.com